Lixomania


O bom frilho à casa torna
outubro 28, 2012, 11:59 am
Filed under: Uncategorized

O bom frilho à casa torna. Ou é o que dizem, eu nunca dizia isso até ontem. A vizinhança mudou de 10 anos para cá, tudo está melhor, mais moderno, mais desenvolvido. Os lugares se desenvolvem e descaracterizam a nostalgia. A video locadora, a primeira do bairro, pioneira de tudo (a única com filmes europeus, asiáticos, iranianos e de outros povos que gostam de contar histórias sobre crianças que atravessam uma cidade inteira à pé só por atravessar a cidade inteira a pé e cuja moral da história é: “crianças podem atravessar cidades inteiras a pé”) viu a avenida à sua frente ficar limpa, ganhar árvores e radares para controlar os ânimos da vizinhança. Tudo perfeito, exceto por não haver mais uma vídeo locadora ali (só um imóvel fechado cujo letreiro escrito “Century Video” só eu ainda vejo naquele lugar).

Eu nunca fui muito apegado à minha infância. Conheço gente que lembra da infância com o maior carinho do mundo, com saudade e com uma inconformidade com a vida adulta. Quando eu era criança, pensava que quando crescesse gostaria de ser adulto. Ter o meu próprio dinheiro, não ter que pedi-lo para meus pais dizendo que era para comprar material de escola mas, na verdade, querendo deixar mais espessa aquela camada de revistas pornográficas entre meu colchão e minha cama (ah, como era difícil ser criança antes da internet…). Mas o caso é que, apesar de nunca ter sido uma criança muito convicta do exercício da infância, ainda assim eu gostaria de conseguir vê-la bem do jeito que ela era. Hoje, passando por ali, só deu pra ver uma lembrança distorcida.

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

Toda vez eu venho aqui, vejo esse mesmo post e me vem a mesma pergunta: Klein, o que é frilho?
Desculpe a pergunta imbecil, mas tô ficando obcecada.

Comentário por outralilla

Fica enchendo o meu saco só porque eu não reviso nada do que eu escrevo, sua pentelha!

Comentário por Klein

Ps: sou muito apegada à inha infância. Bom, não acho que eu cresci, aliás.

Comentário por outralilla




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



Nada Profissional

não contém glútem

Blowg

não contém glútem

I misbehave

não contém glútem

Vida e Obra de Daniell Rezende

"Thou shalt not bore." - Billy Wilder

tantos clichês

não contém glútem

%d blogueiros gostam disto: