Lixomania


Pensando Chico Xavier
março 28, 2011, 10:28 pm
Filed under: Uncategorized

Claro que eu gostaria que morrendo eu fosse para algum lugar. Todo mundo quer. Não estou falando de acreditar que vai, estou falando de querer. A ironia é que nada pode ser tão este mundo, esta vida ou este qualquer coisa do que querer isso já que, afinal, sobrevivência, é um instinto, não é algo racional. Todo animal tem instinto de sobrevivência. E o suicida não quer morrer, ele só quer matar outra coisa que está ali dentro dele. Aí a continuidade foi aquela coisa que a gente inventou porque a idéia de morrer causa tanta repulsa que a gente prefere ignorar qualquer racionalidade a fim de conviver com a idéia de que a gente é perecível (ainda que alguns digam conviver). Acho que a partir disso vieram as religiões: umas falam em céu e inferno, outras falam em planos e em cumprir missões aqui. Tudo para dar sentido ao que a gente está fazendo aqui, garantir que isto não é à toa, e que é um trabalho para a gente, afinal, não morrer de verdade. Só de brincadeirinha. Pra onde a gente vai depois? Sei lá. A gente fica pensando que se for uma boa pessoa, vai para um lugar melhor, mas e se aqui já for o lugar melhor e a gente só vai para o lugar melhor por um tempo determinado? O mundo é cheio de coisas horrendas e bla bla bla? É, mas isso não quer dizer que ele não seja o lugar melhor, é algo relativo. (Essa possibilidade ninguém cogita também porque aí, apesar da gente não morrer quando morre, torna a vida e a morte sem sentido do mesmo jeito).

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

sei q ninguém pediu a minha opinião mas como essa cx de comentário tá aberta, lá vai. eu não gostaria de ir pra algum lugar qdo morrer. eu não quero existir depois de morrer, eu tenho medo exatamente é da eternidade. se a minha existência (enqto consciência) não acabar depois q eu morrer, tenho certeza q vou pensar: “putz, sério q não acabou?”. vou achar uma trollagem sem fim do universo comigo se essa porra não acabar nunca (no sentido de reencarnação num looping infinito).

Comentário por batata

Já fui setico e muito infeliz hoje pode parecer até pretenção mas me sinto o homem mais feliz e rico do mundo apesar de ter uma condição financeira humilde sendo filho de uma costureira.
E digo com convição que não acredito em DEUS eu agora sou convicto que DEUS EXISTE !!!! QUER SER FELIZ ??? BASTA ME ESCREVER….

Comentário por andre luis de macedo

Oi, Klein! Primeiramente gostaria de deixar a minha opinião sobre o que “batata” comentou: Ela/e mente quando diz que não quer viver a eternidade. Isso é simplesmente a falta de conhecimento que faz com que batata se compare à raposa na historinha das uvas verdes.
Quero também parabenizá-lo pelo blog.
Quanto ao seu “artigo” sobre pensando Chico: Dizer que o medo da morte fez com que surgissem as religiões é justificativa para todos os que não conseguem enxergar o óbvio. Se vc admite que o instinto de sobrevivência é inerente aos seres vivos deveria deduzir que isso não é por acaso. Aliás, o acaso não existe! Se a crença em vida após a morte fosse sem sentido, muito menos sem sentido seria o que nos leva a querer progredir, financeiramente, intelectualmente, moralmente e, pra quem acredita, espiritualmente se nada sobrevive. Eu estudei, não Chico Xavier, mas a Doutrina Espírita, proposta por espíritos superiores, em todos os pontos de planeta, ao mesmo tempo e sem comunicação uns com outros (médiuns), que esclareceram todos os pontos obscuros deixados pelas religiões tradicionais e cheias de mistérios inexplicáveis. Allan Kardec, homem de ciência e descrente, interessou-se por estudar as manifestações espíritas pois realmente viu a possibilidade de se fazer contato verdadeiro com espíritos. Através dele é que a doutrina foi codificada e não existe nenhuma religião, e eu não considero o Espiritismo religião, que esclareça com tanta racionalidade o princípio, o meio e o fim. Pode ficar tranquilo…ou não, se vc for pessoa de bem e do bem, com certeza irá para um lugar legal quando chegar a sua hora. Os que não são, um dia também irão, pois é o destino de todo o ser criado por Deus…isto é – todos.
“Reconhece-se o verdadeiro espírita pelos esforços que emprega na sua transformação moral”
Bjs,
Isabel Viso

Comentário por IsabelViso




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



Nada Profissional

não contém glútem

Blowg

não contém glútem

I misbehave

não contém glútem

Vida e Obra de Daniell Rezende

"Thou shalt not bore." - Billy Wilder

tantos clichês

não contém glútem

%d blogueiros gostam disto: